Notícias

Ouvir a Notícia


Vereadora busca informações a respeito das diferenças nos kits de alimentos distribuídos pela educação e cobra relatório completo e transparência

Imagem de 895f43f3-24bf-49cc-b797-592e2c05f0d5

Seguindo destacando parte de sua atuação na fiscalização do Poder Executivo municipal, a vereadora Rose Ielo [PDT] utilizou seu espaço durante a última sessão ordinária realizada na Câmara Municipal de Botucatu para buscar diversas informações a respeito da entrega dos kits de alimentos na rede municipal de ensino. O tema já foi abordado pela legisladora em junho deste ano, quando a mesma solicitou que tal distribuição fosse realizada durante o período da pandemia. O novo documento foi aprovado pelos demais legisladores.

 

Nele a legisladora cita que, a entrega dos Kits alimentos foi realizada no último dia 31 de julho e diversas mães fizeram apontamentos com relação a diferença de alimentos contidos nos kits entregues em cada escola e também que o período curto de quatro dias concedido para cadastro dos alunos, afirmando que o mesmo não abrangeu a todos que têm direito e estariam precisando. O documento foi direcionado ao secretário municipal de Educação e uma cópia ao Conselho Municipal de Segurança Alimentar.

 

Os questionamentos apontados pela vereadora foram: Qual a composição de alimentos contidos nos kits entregues e divulgados para cumprimento de distribuição com a verba da merenda escolar, informando o porquê da diferenciação e falta de alimentos entre um kit e outro, conforme a escola; Informar se os alunos da rede estadual serão contemplados para receber os alimentos; Informar quantas família por escola fizeram os cadastros para receberem os alimentos; Informar a forma como foi realizada a montagem dos kits distribuição.

 

Também aparecem como questionamentos os seguintes pontos: Informar se famílias com dois ou mais filhos na rede de ensino foram contemplados com kits por número de alunos matriculados; Informar o período de distribuição dos alimentos e quantas vezes as famílias serão beneficiada; Que as mães que não se cadastraram no site possam buscar nas escolas os kits para seus filhos, independe do cadastramento, pois todos teriam o direito, independente do cadastro, e; Que os dados referentes à Merenda Escolar e aos kits de alimentos sejam divulgados no Portal Transparência da Covid-19.


Publicado em: 06 de agosto de 2020

Publicado por: Equipe de Comunicação

Cadastre-se e receba notícias em seu email

Categoria: Notícias da Câmara

Outras Notícias

Fique por dentro

Você conhece a história do voto? Sabe para que servem os poderes municipais ou as políticas públicas? Tem ideia das diferenças entre esquerda e direita? Imagina qual é o papel da educação e dos cidadãos na hora de se fazer política? Para responder...
A noite de 21 de setembro na Câmara de Botucatu contou com sessão ordinária e extraordinária realizadas de maneira remota. Os trabalhos plenários terminaram por volta das 23h10 com todos os projetos da Ordem do Dia – cinco no total – aprovados por...
Já está protocolado na Câmara Municipal de Botucatu desde o dia 17 de setembro, última quinta-feira, o Projeto de Lei nº 65/2020, que estima a receita e fixa a despesa do município de Botucatu para o exercício financeiro de 2021 – ou seja, apresen...
A sessão ordinária da última segunda-feira (14/09) na Câmara Municipal de Botucatu terminou por volta das 23h com a única matéria da Ordem do Dia aprovada. Com votação realizada de maneira remota, todos os vereadores foram favoráveis ao projeto de...
Em atendimento ao disposto na Lei de Responsabilidade Fiscal (art. 9º, §4º), o Poder Executivo, por meio da Secretaria Municipal de Governo, realizará AUDIÊNCIA PÚBLICA junto à Comissão de Orçamento, Finanças e Contabilidade da Câmara, para demons...
Mais uma vez realizada de maneira remota, a sessão ordinária de 8 de setembro na Câmara de Botucatu teve dois dos três projetos em pauta aprovados. Ambos de autoria do prefeito, o Projeto de Lei Complementar 10/2020 e o Projeto de Lei 57/2020 pro...