Dezembro 2018
  GMT -03:00
 






Invocação à Bandeira de Botucatu




Flutua, drapeja no alto do mastro, altaneira e bela! Seu fundo azul cobalto, funde-se no céu azul e límpido que representa. O perfil da cuesta recorda os caminhos da conquista de seu território, alcançando o topo da serra onde viceja a mata verde e rica.

Drapeja e estala, cintilando ao beijo dos ventos da serra! É a alma botucatuense, generosa e valente que ali está, enfrentando com ânimo forte a luta constante pelas suas conquistas.

Ondula e se aquieta para de novo se erguer no dorso dos ventos, abrindo suas dobras e revelando o retrato de sua gente, sempre a cuesta centenária, caminho dos povoadores! Somos nós, que ainda hoje palmilhamos as trilhas do dever, da devoção à nossa fé, do cuidado e proteção da nossa terra!

Desfilando à frente de sua juventude, a bandeira estremece de orgulho, levantando seu campo azul e revelando seu retrato dourado, a riqueza de caráter e a generosidade do botucatuense.

Bandeira ouro e azul de Botucatu, tu és a imagem de nossa alma, em tuas dobras envolves todo o povo botucatuense, que no teu aconchego se sente acolhido, amado e protegido!





Biografia

Maria Amélia Blasi de Toledo Piza é natural de Botucatu e atua como pintora, desenhista, musicista, escritora e pesquisadora em arte, música e história. É doutora em Arte Brasileira pela UNESP. Possui obras em catálogos representativos da arte contemporânea brasileira e em acervos de museus e centros culturais no Brasil e no exterior, com expressiva premiação. Como escritora e cronista possui várias obras editadas. Pertence à Academia Botucatuense de Letras (ABL).
  Todos os Direitos Reservados - 1997 - 2018 - Desenvolvido por Decisão Informática