Fevereiro 2020
  GMT -03:00
 






Notícia


“Calamidade pública” foi o tema da Sessão Ordinária desta semana
12/2/2020 16:48 - Assessoria de Imprensa

A sessão ordinária desta semana na Câmara Municipal de Botucatu foi atípica. Além de acontecer numa terça [e não na segunda-feira], desde o início foi permeada por um tema comum: as fortes chuvas que castigaram a cidade na madrugada de segunda-feira.

A sessão começou com a exibição de um boletim jornalístico preparado pela TV Câmara e antes mesmo da leitura dos requerimentos o vereador Abelardo lembrou que as matérias do Pequeno Expediente haviam sido apresentadas à Casa na sexta-feira, antes da calamidade e que, portanto, não contemplavam reivindicações referentes ao assunto. Em suas falas no Pequeno, os vereadores Izaias Colino, Sargento Laudo e Zé Fernandes reforçaram a informação e seguiram o regimento, limitando-se a comentar apenas os requerimentos aprovados. No total, foram aprovados 2 votos de pesar, 27 requerimentos, 3 moções e 1 indicação.

O assunto apareceu com força nos pronunciamentos do Grande Expediente. Sargento Laudo, Paulo Renato, Rose Ielo, Abelardo, Alessandra Lucchesi, Carlos Trigo, Cula, Carreira: um a um, todos os vereadores que passaram pela Tribuna - ou apartearam os pares, falaram sobre a situação. Destacaram o intenso trabalho das autoridades e dos trabalhadores que estão na linha de frente do problema, solidarizaram-se com as vítimas e reafirmaram o compromisso pessoal e institucional para ajudar no que for necessário. Os vereadores ressaltaram, ainda, a ação rápida e o comprometimento dos diferentes envolvidos, seja em âmbito local, estadual, público, privado, clubes de serviços ou entidades. E com gratidão também comentaram a solidariedade da população, que prontamente se mobilizou para ajudar as vítimas.


Abastecimento de água é normalizado

A sessão desta terça-feira [11/02] terminou com um anúncio esperado por cerca de 40 mil moradores que desde segunda-feira estavam sem abastecimento de água, devido ao rompimento de uma adutora da Sabesp. O presidente da Casa, vereador Carreira, informou que a empresa havia emitido uma nota oficial informando que as obras emergenciais foram concluídas, restabelecendo o fornecimento de água às regiões que tinham sofrido desabastecimento.