Dezembro 2017
  GMT -03:00
 






Notícia


Carlos Trigo sugere inovação para embarque autônomo de deficientes visuais no transporte coletivo
6/12/2017 11:13 - Assessoria de Imprensa

Um sistema de sinalização eletrônica que permite que pessoas com deficiência visual possam solicitar, de forma autônoma e segura, o embarque na linha de ônibus desejada. Essa é a solicitação que o vereador Carlos Trigo [PDT] traz no requerimento 1193/2017, aprovado na sessão de 4 de dezembro.
O sistema já foi implantado em outros municípios e depende, basicamente de duas coisas: que os veículos do transporte coletivo estejam equipados com um aparelho receptor e que os deficientes visuais possuam transmissores portáteis para a comunicação. No requerimento, o vereador cita como exemplo o sistema DPS2000®, mas informa que já existem outros semelhantes e até mais modernos disponíveis no mercado.
O funcionamento é relativamente simples: o deficiente visual programa em seu transmissor as linhas de ônibus que utiliza com mais frequência e, quando está no ponto de ônibus, escolhe a linha desejada e ativa o transmissor, que passa a transmitir continuamente, por sinal de rádio, a solicitação. Quando o ônibus se aproxima do ponto, o receptor detecta o sinal e alerta o motorista de que um deficiente visual o aguarda na próxima parada. Ao parar no ponto, o alto-falante instalado no coletivo pronuncia repetidamente o número da linha, avisando o deficiente visual da chegada de seu ônibus.

“Hoje nós dependemos de terceiros para saber que ônibus está se aproximando ou, em alguns casos, temos que parar o veículo para perguntar. Este será um avanço muito grande para as pessoas com deficiência visual”, comenta o vereador.
Ele ainda sugere que a implantação siga o modelo de parceria adotado em outros municípios, em que as empresas responsáveis pelo transporte coletivo equipam a frota com os receptores e a Prefeitura adquire e distribui gratuitamente aos usuários com deficiência visual os transmissores portáteis.
O requerimento foi encaminhado ao prefeito Mário Pardini e ao Secretário Municipal de Mobilidade Urbana, André Luiz Peres, com cópia para a presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, Patrícia Kruppa Gellardi.