Maio 2019
  GMT -03:00
 






Notícia


Vereadora cobra entrega de livros para a rede pública de educação por meio de programa nacional
14/5/2019 16:31 - Assessoria de Imprensa
Sempre atuante em questões relacionadas à educação da rede pública da cidade, a vereadora Alessandra Lucchesi [PSDB] demonstrou novamente sua preocupação com o tema durante a última sessão ordinária realizada na Câmara Municipal de Botucatu, quando encaminhou por meio de requerimento, um pedido para que os livros didáticos do PNLD sejam entregues ao município. O pedido foi aprovado pelos demais legisladores.

O documento foi encaminhado ao Presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, Carlos Alberto Decotelli, solicitando que o mesmo informe sobre a possibilidade de que a Reserva Técnica dos Livros Didáticos do Programa Nacional do Livro Didático - PNLD, venha a ser entregue às Diretorias Regionais de Ensino, conforme as solicitações de escolas da região, para garantir a Proposta Pedagógica das Unidades Escolares.

De acordo com o documento, o Ministério da Educação implementou mudanças no PNLD. Houve mudanças na composição das comissões que avaliam as obras e a ampliação do escopo de materiais didáticos que puderam ser comprados, entre outras alterações que passaram valer no ano de 2019. Algumas alterações agradaram, como a implantação de livros didáticos aos professores da Educação Infantil, porém a logística de pedir a Reserva Técnica dos livros faltantes em sala de aula ficou a desejar.

A vereadora afirma que o sistema para remanejamento de livros entre escolas e posteriormente a solicitação de reserva técnica não foi atualizada com os volumes atuais, ou seja, os livros para reserva técnica são os excedentes do programa anterior que não contempla todas as escolhas das coleções ofertadas para 2019. “O PNLD é o tipo de programa que tem impacto direto na sala de aula. Em alguns casos, são os livros didáticos que ditam os conteúdos e até o ritmo de trabalho da turma e o pensamento que deve prevalecer é que devemos atender os alunos que necessitam dos livros que foram adotados pelas escolas ou rede de ensino na sua melhor logística e aproximação”, diz Alessandra Lucchesi.